terça-feira, 11 de julho de 2017

a importância do estalão em qualquer raça mas mais concretamente no Cane Corso

"Alexandre o  grande " importou  das suas expedições á Asia o Grande molosso  asiatico ,  uma vez na Grecia ,  muito  rapidamente  foi  assimilado  pelos Romanos com  o  nome de Canis Pugnax  ,  o  cão  romano  que é relacionado  com as legiões e Arenas de gladiadores . Junto  com  a cultura romana o  canis pugnax mesclou-se com  caes nativos por  todo  o  Imperio  .
por toda a europa ,  os descendentes do  canis pugnax  foram  ganhando   forma consoante   as necessidades das culturas nativas .
é importante mencionar  que este factor deu-se há pelo  menos 1500 anos atras ,  e no  seculo passado no  sul  de Itália ,  mais propriamente na Puglia ,uma área onde predominava a pastorícia  e a agricultura,  o  cão acompanhou  o  fazendeiro ajudando-o  na  guarda ,  caça e pastorícia ,  cada fazenda ou  família criava a sua linha de sangue ,  e por vezes trocavam  exemplares entre famílias .
A uma  dada altura  chamava-se esse cão  de Cane Corso porem  não existia  uma raça no actual  sentido da palavra  ,  ou  seja : um  conjunto  de indivíduos homogéneos entre eles qu e davam  origem  a indivíduos iguais quando  cruazados uns com os outros  .
foi  então  que na década de 70  se iniciou  um  trabalho  de recuperação  da raça (  termo  usado  de forma errónea )  pois o  que foi feito  fo i a criação  de uma raça ,  uma vez que esta não  existia .
foram  selecionados 2 dezenas de casais e  apartir daí  foi  efectuado  um  trabalho  de cinofilia ou seja de consanguinidade afim  de criar  homogeneidade . (  processo  esse necessário  para  a criação  de qualquer  raça ) 
grande parte desse trabalho  foi  realizado   no  canil  de Cerberus  dando  origem aos primeiros  exemplares da  raça em  si  .
Tudo  estava encaminhado  quando  se deu  a explosão  mediática do  cane corso  por todo  o  mundo  , afim  de satisfazer  tantas pessoas interessadas em  adquirir um  cane corso  e com o  seu  boom comercial  ,  muita mescla foi  feita afim  de satisfazer  gostos como excesso de tamanho  , osso  ,  agressividade etc ...
e foi  aí  que se iniciou  a degradação  de uma raça ainda em  desenvolvimento  ,  o  estalão  da raça foi  criado  par a evitar ou  minimizar os estragos  que  mesclas com  outras raças viriam  a causar  .
o  estalão  do  cane corso  é sem  duvida um  dos mais pormenorizados  do  fci  ,   o estalão  serve para diferenciar as raças umas das outras .

pequenos pormenores como  a mascara do cane corso  fulvo  não  poder  exceder a altura do nariz , servem para  diferencia-lo  do  bullmastiff ,  os olhos azuis são  característica do  mastim  napolitano  ,  costas inclinadas são  do  doberman , a cor de manto  afogueado por exemplo pertence ao  pastor de beauce,  o  branco  ao pastor abrunhese,  o  excesso  de peles e lábios em  traingulo   são   do  mastim  napolitano   etc... etc...

Portanto  dizer que  o  estalão  é nocivo  á raça é prejudicial  para  a raça em  si  ,  o estalão  é o  único  sensor que permite resguardar  a pureza da mesma .



 

quarta-feira, 21 de junho de 2017

excelente resultado na exposição Lamego, Orty Melhor da raça

 IX exposição nacional    de Lamego 

Ortensia Dell Antico  Cerberus

( Principessa DAC X Dya Al Din DVDOA )
1º EXCELENTE + CAC  +MELHOR DA RAÇA


É com imenso  orgulho  que apresentamos resultados  de beleza  com mais um dos nossos exemplares reprodutores ,  uma femea  correta   e dentro  daquilo  que consideramos  ser o  estalão  da raça  , a "Ortensia Dell antico  Cerberus" realizou  o  seu    CAC  e melhor da raça na exposição  de Lamego 2017 .

É importante para nós não    pontuar e representar  a qualidade dos nossos reprodutores (  pois é isso  que  difere um  criador de um  particular  )  como também  consideramos importante apresentar  aquilo  que para nós é o  Cane Corso  , apresentamos em  ringue o  nosso ideal  e jamais iremos  alterar os nossos exemplares afim  de satisfazer  juízes ou  a opinião  publica .

clique no  link  abaixo  para ver  vídeo  da Ortensia em  ringue

sexta-feira, 24 de março de 2017

“As exposições de beleza e os juízes estragam as raças “ não é bem assim

 

 
Temos vindo  a assistir ao  longo  deste seculo  que passou  , a  uma degradação morfológica e por consequente  funcional  a nível  de inúmeras raças ,  muitos culpam  o “mundo  das exposições  de beleza “  e os juizes  , eu  considero que  essa afirmação  é em parte incorreta . A responsabilidade é dos criadores que em  primeiro  lugar  adulteram  os estalões das raças, afim de as tornar  mais  comerciais e por consequente minam  as exposições de beleza com  cães incorretos,  o  que leva os juízes desinformados a  acreditarem  que esse é o  tipo  correto , e por consequência leva a que outros criadores mais novos  sigam  essa tendência .

Considero  que  a culpa,  é desses criadores , mas não    , grande parte da responsabilidade é daqueles que criam  cães corretos mas que não os  apresentam em exposições  , afim  de que os juízes tenham  a possibilidade de constatar  a diferença entre o  que é correto  e o  que  não é ,  na ausência  de cães corretos em ringues ,  grande parte dos novos juízes não  têm  a possibilidade de aprender  o  que é um  exemplar dentro  do  estalão  ,  afinal , “uma mentira contada por muita gente ,  torna-se a verdade “  .

Todos  sabemos que em  certas raças como é o  caso  do  Cane Corso   ,  não  é fácil  apresentar  cães dentro  do  estalão   quando se encontra muitos juízes que prestigiam  cães excessivamente grandes ,  excesso de prognatismo  ,  excesso  de osso  e por outro  lado  não  sabem  reconhecer  uma expressão   correta .

Os verdadeiros guerreiros desta raça  são  aqueles que desde o  inicio  expõem  aquilo  em  que  acreditam  ,  criadores que atá ao  dia de hoje educam as gerações mais novas  sobre  o  que é um  Cane Corso ,  expor   tendências  mediáticas é fácil ,  mas demonstrar  a pureza da raça quando  o  mundo  inteiro  aparenta  ter  uma diarreia mental  ,  isso sim  demonstra  o  tal  amor pela raça (  esse mito de que tantos falam )  assim  como  princípios e caracter  .

Por   tudo isso  , creio que  não  adianta  criticar  juizes e resultados calamitosos de exposições de beleza , se pouco  se fez para mudar  o mundo  que  se critica , não  adianta criticar o  juiz que premiou  tal  cão  ,  quando  se tem  um  bom  cão  em  casa mas não  se deu  ao  trabalho  de  apresentá-lo  ,e no caso  de não se ter  um  cão  bom em  casa… bem ,  mais vale nem  abrir  a boca .

terça-feira, 21 de março de 2017

resultados em provas de funcionalidade nas Arenas Da Caparica

Esta semana foi  marcada com excelentes resultados em  provas de funcionalidade por parte de Exemplares das Arenas Da Caparica .

Quero antes de mais parabenizar  os donos pois não  é facil  atingir  os respectivos  niveis de obediência . é um  trabalho  que requer  muito  esforço  e dedicação  ,  reconhece-se o  potencial  dos exemplares no entanto ,  nada seria possivel  se não estivessem  nas mãos certas .
Obrigado  Elsa Esteves , Ricardo  Espirito  Santo  e Adrian  Grad Loan  .

Em  primeiro  lugar  no  Cob na prova de Alenquer  ficou o  nosso  jovem  macho  " Kronos das arenas da caparica "(  prop . Adrian Grad Loan ) filho  de dois exemplares reconhecidos no mundo  das exposiçoes de beleza , sendo  eles :

 a Galassia Dell Antico  Cerberus  3º  lugar  no  EDS (  filha do  campeao  italiano  e reserva de campeao  do  mundo  Dante Dell Antico  Cerberus  ) http://www.canecorsopedigree.com/modules/animal/dog.php?id=17997

 e o   nosso campeao  Junior Castrijanni  Sugno  (  filho  do  campeao  do  mundo  desmo  DAC  e da Amelie tambem  reconhecida por  vencer  o  raduno  de italia . http://www.canecorsopedigree.com/modules/animal/pedigree.php?pedid=42528

E no  nivel  de obedience 1 ficou a nossa E'India Das Arenas Da Caparica ( prop Elsa Esteves )  ,

filha ela tambem  de 2  exemplares reconhecidos em  exposiçoes de beleza  , sendo  eles :

A nossa campeã e grande campeã Crystal  Nkm Nerodemonio  (  filha tambem  de Dante Dell Antico  Cerberus e  de Agatha Nerodemonio ) http://www.canecorsopedigree.com/modules/animal/pedigree.php?pedid=25866

e do  campeao Internacional Etan  Dell Antico  Cerberus (  filho  de dante dac e de DEA Dell Antico  Cerberus )  http://www.canecorsopedigree.com/modules/animal/dog.php?id=31613

A india provem  de uma ninhada (  talvez a unica em  portugal  )  na qual  , pelo  menos dois exemplares  têm o  Cob  realizado  , sendo  que o  irmão de ninhada  "Eros Das Arenas Da Caparica" (  prop .  Ricardo Espirito  Santo  )  é provavelmente o  unico  Cane Corso com premios de beleza  e o  Cob  realizado ,  sendo que   a india é sem  duvida  a  femea em  nivel  mais avançado  a nivel  de obediência em  Portugal  .

Para completar creio  que  a Crystal NKM  Nerodemonio  é a  primeira Grand Campeã de Portugal  a  ter  filhos com  estas provas dadas ( é importante tambem  mencionar o   facto  do  kronos ser sobrinho  da crystal  e primo  do  eros e  da india )  

o  que faz sem  duvida esta familia , uma familia especial



quarta-feira, 8 de março de 2017

uma das grandes mentiras da raça ...existem duas linhagens de cane corso ???

Há cada vez mais pessoas que me perguntam  ,  qual  dos dois tipos   de cane corso  é que eu  crio  ?
Eu paro um  segundo, para não responder de forma demasiado arrogante ,  respiro  fundo  e tento  esquematizar  a realidade da forma mais acertiva possivel  .
A explicação  começa assim  : 

antes do periodo  da recuperação  da raça ,  existia  um cão chamado  cane corso   no  sul  da Italia que era utilizado  para a caça ,  o pastoreio ,  a guarda e muitas mais outras funçoes . não  existia uma afirmação  genetica ,  uma vez que cada fazendeiro  ou  familia criava a sua linhagem  segundo  os seus criterios .  
No periodo  da recuperação  ,  foram  seleccionados inumeros casais e a partir daí   eleborou-se um  esquema afim  de criar  um padrão  através de consanguinidade ,  nessa altura o prof Morsiani  elaborou  um estalão que determirnava o padrão  do  Cane Corso como raça , um  estalao  que seria aprovado  pela fci  e  doravante ambos seriam  associados um  ao    outro  ,  ou seja para se obter  um  pedigree FCI  o  cão  deveria estar minimamente  dentro  do  estalão.
Pois bem  ,  contada esta historia existem  na minha opinião não  2 tipos de cane corso  ,  mas sim  3  tipos de criadores , 

1 os que trabalham  segundo  o  estalão  de morsiani e trabalham  com  pedigrees fci   ,

 2 os que se negam a reconhecer  o  estalão  do  cane corso e recusam  trabalhar  com  pedigrees,  pois defendem  que  o  cane corso  entre outras coisas deve ser  maior  que o  que estipula o  estalão  , defendem  que não  deve ser   prognata ,  defendem  que pode haver  cores que não  estão estipuladas no estalão etc...  tudo  isto  sob   pretexto  que antes da recuperação tudo isso existia  (  estou  perfeitamente de acordo com  esta ideologia apesar de  nao  ser  aquela que eu  sigo )  

 e em  3º  os mentirosos que trabalham  com  pedigrees mas que consideram irrelevante  o  estalão  do  cane corso , estes 3 º desculpam  qualquer falta ,  grave ou  não  grave dos rafeiros que criam   e usam como pretexto  a desculpa dos 2ºs (  os ditos "italianos do  sul "  , é possivel  vê-los em  ringues fci  a argumentar  que  o   cane corso  antes da recuperação   pesava 65 kilos ,  quando  nascem  brancos ou  têm  cabeças de mastim  napolitano  argumentam  que antes da recuperação  isso  era perfeitamente normal  ... 

A questão  é  que isso é verdade ,  havia  algo  chamado  de cane corso  mas que não  se podia chamar  de raça dentro  do  sentido  da palavra com  que é utilizado nos clubes de canicultura ou  provas de beleza do fci  ,  a verdade é que não se pode utilizar  pedigrees , que são  algo  pos recuperação  e  utilizar simultaneamente  retoricas do pre recuperação para  esconder  faltas e erros .  

como referi  estou  perfeitamente de acordo  com quem  cria  sob a ideologia do  pre recuperação não  usandop pedigrees  no  entanto,  considero  uma vigarice trabalhar com  pedigrees e maquilhar  rafeiros com  essa ideologia ,  

o  estalão  é só um  !!! não  existem  dois tipos , não  existe o tipo  boxer ,  tudo  isso são falácias e vigarices . 

terça-feira, 7 de março de 2017

A triste verdade

Os anos passam  ,  o  numero  de exemplares da raça multiplicam-se a uma velocidade vertiginosa (c lop  ou e    lop )  .
conforme eu  já havia mencionado a decadência da raça é cada vez mais evidente ,  se há 3 ou  4 anos atrás havia pouquissimos exemplares correctos , agora, que existem  cada vez mais cane corsos ,   a proporção  é cada vez mais alarmante .
Aqui  fica o raciocinio ,  se o  numero  de exemplares da raça aumentou  ,  não seria suposto  o  numero  de cane corsos em  exposiçoes aumentar  tambem  ???( sem  falar  na qualidade que se apresenta ) pois bem  ,  nao  é o  caso .
A derradeira  verdade, é que se cria muita  quantidade ,  porem  a qualidade é escassa . não  só  no  nosso país como  em   todo  o  mundo .
Quantos cane corsos em  portugal  é que participam  em provas de beleza e simultaneamente  em provas de funcionalidade ?
quantos dos caes de exposição  é que são  testados a nivel  de caracter  ou simplesmente saude ?
onde acabará esta decadência da raça  ? terá algum  dia fim  ?
Eu  assisti  nos anos 90  á decadência de raças como  o  rotweiller , sabia perfeitamente quais os efeito  que a moda poderia ter  sobre uma raça   porem ,  nunca pensei  que tal  poderia acontecer  ao  Cane Corso , pensei  que se havia aprendido  a lição ,  ninhadas com  lop a  150  €  de caes brancos  e cor de mogno  ,  de olhos azuis e outras atrocidades,
Vendedores que se gabam  de progenitores com  lop   acima dos 60  kgs  (que mais valia que fosse mentira ).
É lamentavel  o  paradeiro  da raça em  Portugal ...
Tenho  de admitir  que me deixa triste ,  tenho  de admitir que gostaria de ver  algo  ser  feito  pelo  Cane Corso  Italiano  .




quarta-feira, 17 de agosto de 2016

no cane corso , estas coisas acontecem

Desde que ando  em  exposiçoes caninas ,  tenho  visto muitos cachorros "fantasticos" muitos juniores que em  idade jovem  ganham  tudo  e mais alguma coisa e em  adulto  desaparecem ou há de ser  porque ficou  demasiadamente grandes , gordos ,  tortos , amstinados abuulmastifados etc ....
Com uma linhagem  de sangue que eu  conheço ... tem  sido sempre o contrário  ..... 



Há dois anos  ,  nascia (  entre uma ninhada )  um cane corso pequenote que  apesar  de me chamar bastante  á atenção , foi-se tornando  a ultima escolha da ninhada  . Tinha uma cabeça muito  interessante  mas uma composição fisica menos robusta que os manos , o  Faustolino ficou  comigo  e a uma dada altura foi  para a casa de um  amigo , (e como o  Cane Corso  tem  destas coisas ) passado  um ano  e meio , ao  fazer  uma visita  ao  meu  amigo  , deparo-me com uma evolução  impressionante da parte  do  Faust  ,  ele havia mantido  a mesma tipicidade  que me fascinava, apesar  de ter desenvolvido  de uma forma impressionante a nivel  de estrutura ossea e muscular. 
O  pequeno  cane corso de ultima escolha de uma ninhada   "not soo bad " tinha-se tornado  na ultima peça que faltava para encerrar uma fase do  programa de reprodução  das Arenas Da Caparica ... 

era hora  do  Faust Das Arenas Da Caparica voltar  a casa  como Macho  reprodutor ...   

O  Faust é sem  duvida alguma a Cabeça que eu  procuro  , para alem disso  tem  um  sangue e geneticas muito  fortes ,   é filho  da Galssia Dell Antico  Cerberus e do  Etan dell Antico  Cerberus ,  ambos filhos do  grandioso  (  para mim  o  numero  um  )  Dante Dell Antico  Cerberus  ou  seja é fruto  de um  inbreeding  do  Dante e é 100 % cerberus ,  o  seu  sangue foi  programado  para ser  um reprodutor que transmita a sua genetica .
é o  resultado  de um  trabalho  de cinofilia calculado  e programado.